PÓLO DE SAÚDE DE CARCAVELOS

2018 -  |  vencedor de concurso promovido pela Câmara Municipal de Cascais

1/3

O Pólo de Saúde de Carcavelos constituirá uma Unidade de Saúde de referência associada a um novo Espaço Público aberto, dinâmico e inclusivo: um catalizador de vida social pensado para a população local, utentes e funcionários do Polo de Saúde.

Inclui quatro serviços: Unidade de Saúde Familiar (USF Carcavelos), URAP, Equipa de Tratamento de Toxicodependentes e Serviço de Psiquiatria para Crianças e Adultos.

Os vários serviços desenvolvem-se em torno de uma Praça/Jardim onde se poderão realizar inúmeras atividades lúdicas, já que inclui equipamentos infantis, uma estação de exercício físico, uma cafetaria, inúmeros bancos e zona de relvado. Sugere-se também a introdução de uma área de Hortas Urbanas como forma de ocupação e integração de utentes e moradores, com especial relevo para aqueles socialmente fragilizados.

A implantação do edifício no limite Norte da área de intervenção permite proteger a Praça/Jardim dos ventos dominantes e ruídos da Av. Conde Riba d’Ave e em simultâneo manter a existência de espaço livre em redor dos edifícios habitacionais pré-existentes.

A relação do edifício com a envolvente enaltece a sua visibilidade: tanto para quem observa as suas fachadas longitudinais e identificação gráfica únicas desde a Av. Conde Riba d’Ave, como para quem chega pela Rua Jacinto de Isidoro de Sousa, avistando o topo Sul do edifício que surge sobrelevado do solo por detrás dos edifícios existentes num gesto convidativo.

De modo a integrar as várias unidades do edifício numa só entidade arquitectónica, uma pala orgânica organiza e interliga todos os pontos e percursos necessários ao bom funcionamento do conjunto e impõe-se formalmente enquanto símbolo deste novo Polo de Saúde do séc. XXI.

A pegada ecológica do edifício é reduzida através de estratégias bioclimáticas: uma grande área de painéis fotovoltaicos nas coberturas para auto consumo de electricidade limpa; ventilação natural; áreas verdes de espécies maioritariamente autóctones e de baixo consumo de água que protegem o edifício da radiação solar e purificam o ar; estratégias de poupança de electricidade (controlo horário, lâmpadas LED, sensores de movimento e de luz); palas e recuo das janelas relativamente ao plano de fachada para protecção da radiação solar.

localização:           

cliente:               

ano:                

área:                

estado: 

arquitectura: 

           

imagens 3D:   

arq. paisagista:

sinalética:      

estabilidade:       

águas e esgotos: 

electricidade:   

avac: 

acústica:

Carcavelos, Cascais

Câmara Municipal de Cascais

2018 - ...

1923m2

Projeto de Execução finalizado

Simão Botelho, Mário Serrano, Joana Jordão e Margarida Fonseca

Lucas Armendani

Susana Ribas

Klara Tolentino da Silva

Daniel Maio

Patrícia Ferreira e João Rovisco

Fernando Correia

Mário Boucinha

Marlene Roque