ESCOLA SECUNDÁRIA SÃO JOÃO DO ESTORIL
SÃO JOÃO DO ESTORIL HIGH SCHOOL
2020  |  concurso promovido pela Câmara Municipal de Cascais  |  competition

1/7

PT/

A presente intervenção pretende reforçar as qualidades do edifício existente, gerando um ambiente escolar dinâmico, aberto e estimulante. Com esse fim, propõe-se o desenvolvimento e expansão das zonas sociais da Escola, interpretadas como locais polivalentes onde alunos, professores e funcionários estabelecem laços indispensáveis ao saudável desenvolvimento emocional dos mais novos, potenciando a partilha de conhecimento em contexto informal e o espírito de pertença na comunidade escolar.

 

O gesto fundamental do projeto assenta na criação de um Eixo Central que interliga a entrada principal (a Sul), o Átrio Principal existente, os novos edifícios (a Norte) e as duas novas entradas (a Nordeste e a Noroeste). Desta forma, os quatro pavilhões de aulas e a respetiva relação com a área comum central não sofrem qualquer intervenção, garantindo a preservação das qualidades intrínsecas do sistema distributivo existente. Em simultâneo, ampliam-se e requalificam-se as zonas comuns, interligando-as de forma natural com as novas valências: Polidesportivo, Biblioteca, Auditório, zonas administrativas, serviços e espaços de ensino.

 

As palas de formas orgânicas que conformam os espaços exteriores cobertos constituem-se enquanto elemento distintivo do projeto, contrapondo-se aos edifícios de formas paralelepipédicas. Surgem como objetos soltos de interligação entre os vários edifícios e contaminam os novos átrios, gerando relações dinâmicas entre interior e exterior. Em conjunto com bancos que acompanham a sua forma, criam zonas exteriores cobertas que estimulam a permanência e os encontros informais.

 

Nos espaços de maior dimensão (Polidesportivo, Auditório e Biblioteca) propõe-se uma estrutura porticada em madeira lamelada que cria uma forte identidade visual pelo seu efeito de repetição, intensificada pela luz proveniente dos vãos que conformam.

 

A contrastar com os volumes brancos dos pavilhões existentes, os novos edifícios têm fachadas em tijolo maciço negro, ganhando autonomia formal face às pré-existências e criando uma relação visual especial com o verde das árvores existentes e o amarelo das novas palas.

ENG/

The present intervention aims to reinforce the qualities of the existing building, generating a dynamic, open and stimulating school environment. To this end, the development and expansion of the social areas of the school is proposed, interpreted as multi-purpose places where students, teachers and staff establish ties that are essential to the healthy emotional development of the youngest, enhancing the sharing of knowledge in an informal context and the spirit of belonging in the school community.

The project's fundamental gesture is based on the creation of a Central Axis that connects the main entrance (South), the existing Main Hall, the new buildings (North) and the two new entrances (Northeast and Northwest). This way, the four classroom areas and their relationship with the central common area do not suffer any intervention, ensuring the preservation of the intrinsic qualities of the existing distribution system. Simultaneously, the common areas are extended and requalified, interconnecting them in a natural way with the new valences: Sports Centre, Library, Auditorium, administrative areas, services and teaching spaces.

The canopies of organic shapes that conform the covered outdoor spaces constitute a distinctive element of the project, contrasting with the buildings square shapes. They appear as loose objects interconnecting the various buildings and contaminate the new atriums, generating dynamic relationships between interior and exterior. Together with benches that accompany their shape, they create covered outdoor areas that stimulate permanence and informal encounters.

In the larger spaces (sports centre, auditorium and library), a laminated timber portico structure is proposed, creating a strong visual identity through its repetitive effect, intensified by the light coming from the openings it conforms.

In contrast with the white volumes of the existing pavilions, the new buildings have facades in black solid brick, gaining formal autonomy in relation to the pre-existing buildings and creating a special visual relationship with the green of the existing trees and the yellow of the new canopies.

localização / site:           
cliente / client:               
ano / year:                
área / area:                
estado / status: 
arquitectura / architecture:   

Carcavelos, Cascais
Câmara Municipal de Cascais
2020
3500m2
Projeto de Concurso / Competition Entry
Simão Botelho + LUPA Studio